Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Resumo:

Em Hamburgo, na Alemanha, um disciplinado
cientista, o professor Lidenbrock, encontra no interior de um livro
antigo, um indecifrável manuscrito. O volume histórico havia sido
adquirido em um sebo. Seu sobrinho e aprendiz, Axel, é quem consegue
desvendar a mensagem escrita no documento. Trata-se de uma revelação
bombástica do cientista islandês Arne Saknussemm, dando conta de um
suposto caminho que levaria ao centro da terra.
O marco zero da expedição era o vulcão extinto Sneffels,
localizado na ilha natal de Saknussemm. Axel se mostra cético quanto à
possibilidade, todavia, os argumentos de Lidenbrock, com sua enorme
bagagem intelectual, conduzem ambos à jornada. Um nativo fiel, com o
nome de Hans, serve de guia. A aventura se desenrola de forma
contagiante, variando momentos de euforia com lapsos de preocupação e
aflição por parte dos protagonistas. Dificuldades como a falta de água
potável, são superados, e a viagem segue a uma enorme profundidade,
desmentindo, na ficção de Verne, as leis estipuladas pela ciência até
os dias de hoje, como a consolidada teoria do calor interno.
A saga é interrompida por um acidente de percurso, que
milagrosamente, os levam de volta a face da terra, mais precisamente
por meio do vulcão Etna, na Sicília. Por fim, o professor torna-se
celebre e seu sobrinho também adquire prestigio, mas principalmente,
volta aos braços de sua amada, a bela e dedicada Graubem.

Biografia do autor: Julio Verne
Considerado o pai da ficção científica moderna, Júlio Verne demonstrou interesse pela Literatura ainda muito jovem. Estudou Direito para agradar ao pai, mas jamais exerceu a profissão. Em 1850, sua peça Les Pailles Rompues foi encenada com sucesso pelo Teatro Histórico de Alexandre Dumas. Trabalhou como secretário do Teatro Lírico entre 1852 e 1854 e, depois, tornou-se corretor de bens públicos. Mas durante todo esse período continuou a escrever comédias, libretos e pequenas histórias. Em 1863, publicou a primeira história da série Viagens Extraordinárias: Cinco Semanas em um Balão. O imenso sucesso o encorajou a produzir outras histórias na mesma linha – romances de aventura, com descrições detalhadas de paisagens que, apesar de fantásticas, eram cuidadosa e cientificamente concebidas. As Viagens continuaram com Viagem ao Centro da Terra (1864), Viagem ao Redor da Lua (1865), Vinte Mil Léguas Submarinas (1870) e A Ilha Misteriosa (1874), nos quais previa um grande número de descobertas científicas, incluindo o submarino, o aqualung, a televisão e as viagens espaciais. As obras de Júlio Verne tornaram-se populares em várias partes do mundo. Volta ao Mundo em 80 Dias, por exemplo, causou furor ao ser lançada em episódios no periódico Les Temps, em 1873. Em 1872, o escritor se mudou para a cidade de Amiens e, em 1892, foi condecorado com a Legião de Honra. As obras de Júlio Verne ainda deram origem a vários filmes de sucesso, entre eles Vinte Mil Léguas Submarinos (1916, refilmado em 1954), A Ilha Misteriosa (1929 e 1961), Viagem ao Redor da Lua (1958), Viagem ao Centro da Terra (1959) e Volta ao Mundo em 80 Dias (1956).

Nenhum comentário:

Postar um comentário